Projeto Comunicar
PUC-Rio

  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram

Rio de Janeiro, 22 de abril de 2024


Esporte

Grande Prêmio reúne campeões e cifras milionárias na Hípica

Patrícia Côrtes - Do Portal

03/10/2012

 Eduardo Ribeiro

Cinquenta e sete cavalos de todas as partes do mundo desembarcam esta semana na Sociedade Hípica Brasileira, na Lagoa, para disputar o Oi Grande Prêmio, competição de hipismo mais importante da América Latina. Estima-se que, juntos, valham 200 milhões de euros, o equivalente a R$ 520 milhões. A prova, que ocorre neste sábado, dia 6, faz parte do Oi Athina Onassis Horse Show, evento da modalidade saltos que começará na quinta, dia 4.

O luxo que cerca a competição é equivalente ao valor de seus participantes. Os animais gringos não se misturam aos outros 50 cavalos nacionais (foto), participantes das provas dos dias anteriores. Têm baias com ventilador e segurança na porta. Congeladores foram instalados, garantindo gelo para relaxar as patas depois das passagens. Eduardo Ribeiro

Serão montados por cavaleiros de renome internacional, entre eles cinco campeões olímpicos, como o brasileiro Rodrigo Pessoa. O conjunto – como é chamada a dupla formada por cavalo e cavaleiro – que completar o circuito de obstáculos no menor tempo, sem faltas, leva o troféu, mais 1 milhão de euros.

A infraestrutura também é estratosférica. Para receber 15 mil pessoas durante os três dias de provas, cerca de 400 pessoas trabalharam durante 50 dias para erguer 65 toneladas de estrutura tubular da arquibancada e forrar oito mil quilômetros quadrados de piso. Serão necessárias mais duas semanas para desmontá-la.

O ingresso mais barato custa R$ 180, na arquibancada da prova nacional, na quinta-feira. O mais caro é o camarote de sábado: R$ 220. Por mais R$ 200, o espectador tem direito a um bufê de iguarias finas. Antes e depois das provas, será possível fazer compras em filiais de lojas do Fashion Mall, como a Osklen, que trarão produtos exclusivos, como camisas e cordões com o símbolo do evento.

– O nosso público é sofisticado, gosta de bons produtos e serviços – justifica Marcelo Tatel, um dos responsáveis pela montagem estrutural na Hípica. Eduardo Ribeiro

O Athina Onassis Horse Show foi criado em 2007, por Álvaro Afonso de Miranda Neto, o Doda, medalhista de bronze nas Olimpíadas de Atlanta (1996) e de Sidney (2000) e nos Jogos Pan-Americanos de Winnipeg em 1999, na modalidade de saltos por equipes. Batizado com o nome da amazona grega, esposa de Doda, o evento nasceu em São Paulo, como uma das etapas do Global Champions Tour, campeonato internacional que pontuava para o ranking a Federação Equestre Internacional (FEI).

Em 2009, com o apoio da prefeitura carioca, o Athina Onassis mudou-se para o Rio como teste para as Olimpíadas de 2016. Em 2010 e 2011, alcançou recorde de público e de premiação. Nesta edição de 2012, a competição passou a ser independente, deixando de integrar o circuito do Global Champions Tour, para se alinhar às regras da FEI.

Será lançado este ano também um aplicativo com informações sobre os cavaleiros, programação e resultados do prêmio.