Projeto Comunicar
PUC-Rio

  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram

Rio de Janeiro, 21 de julho de 2024


Campus

PUC incentiva criatividade na terceira idade

Gabriel Picanço - Do Portal

18/03/2011

 Mauro Pimentel

A professora Maria Helena Novais, do Departamento de Psicologia da PUC-Rio, inaugurou na última terça-feira, 15/03, no campus da PUC-Rio, a série de encontros do Programa Sistêmico Integrado Global de Ativação Cerebral Criativa (PSIG). O projeto procura analisar em 10 sessões o papel da terceira idade no mundo contemporâneo. Segundo Maria Helena Novais, de 84 anos, coordenadora do PSIG, as pessoas mais velhas se sentem hoje deslocadas da realidade atual, "marcada por relações cada vez mais efêmeras e casuais entre as pessoas e mudanças sociais e tecnológicas velozes e complexas". Segundo ela, os idosos tendem a resolver “os novos problemas com antigas soluções”: 

– Estão surgindo novos problemas no mundo.  A tendência é tentar corrigir tudo do nosso modo, com as soluções antigas. Mas é necessário o confronto com nossos próprios defeitos. Temos que procurar novas soluções – afirmou.

 Mauro Pimentel A abertura do ciclo de encontros do PSIG em 2011 marcou também o inicio da comemoração dos 30 anos do Núcleo de Estudo e Ação Sobre o Menor, o NEAM, que acompanha a educação de jovens do ensino médio até a universidade. Os encontros esse ano contarão com a presença de adolescentes participantes do programa. Maria Helena afirma que o convívio e a “troca de energia” entre as diferentes gerações é fundamental para enfrentar os novos problemas frente ao ritmo atual da sociedade moderna:

– A nossa filosofia de trabalho é a intergeracionalidade. Acreditamos que é importante fazer o convívio entre as gerações diferentes – explicou.

A coordenadora espera que as atividades, além desenvolver a memória e a percepção, estimulem o grupo a continuar criando, indo contra ao pensamento que inferioriza a capacidade criativa dos idosos.

– Esperamos chegar ao final animadas, perplexas, lúcidas e principalmente criativas. Ou você cria ou não sobrevive.

O PSIG é desenvolvido pelo Departamento de Psicologia da PUC-Rio há 14 anos. Além de estudar o comportamento dos idosos, busca a melhoria da qualidade de vida deles através de atividades que estimulam a criatividade, socialização, atenção e imaginação. Este ano, o programa contará com encontros com especialistas de diferentes áreas, como o diretor da Pastoral da PUC-Rio, padre Alfredo Sampaio, o professor do Departamento de Comunicação Social Miguel Pereira, entre outros. Mauro Pimentel

– A gente conseguiu completar o programa presenteando eles com o melhor que a universidade tem a oferecer. Isso é importante em uma universidade, o conhecimento não pode ficar só aqui dentro, deve ser difundido para todos – disse Maria Helena.