Projeto Comunicar
PUC-Rio

  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram

Rio de Janeiro, 26 de junho de 2022


Meio Ambiente

Sugestões para aproveitar a Hora do Planeta no Rio

Lucas Sores - Do Portal

26/03/2010

 Mauro Pimentel Sessenta minutos dedicados à reflexão ambiental. Marcada para este sábado, 27 de março, das 20h30 às 21h30, a quarta edição da Hora do Planeta reúne adeptos em escala mundial. A causa comum desdobra-se em diversas formas de adesão. Alunos e professores da PUC-Rio sugerem algumas opções para incoporar-se à iniciativa promovida pela organização não-governamental WWF.

O Congresso desligará as luzes em apoio à campanha. No Rio, o Corcovado, o Arpoador, a orla de Copacabana, o Pão de Açúcar e o Jardim Botânico ficarão às escuras. Shoppings da cidade também vão aderir ao apagão, mas parcialmente (por segurança). No Planetário, a observação do céu será gratuita durante essa hora. Para participar, o visitante deve retirar uma senha na recepção do Museu do Universo a partir das 20h. Serão distribuídas 100 senhas. Quem não for ao museu poderá observar as estrelas, de onde estiver, com o auxílio de uma carta celeste disponível no site.

Ronaldo Bayer, aluno do 5º período de Comunicação, também planeja ver as estrelas. Mas na praia. 

– Tem gente que acha essa iniciativa uma bobeira. Para mim, é válida. Pois, a partir de pequenas ações, podemos melhorar nossos hábitos – argumenta o carioca de Copacabana. 

Assim também pensa Luiz Felipe Guanaes, diretor do Núcleo Interdisciplinar de Meio Ambiente da universidade. Ele explica que o “homem é simbólico” e esse simbolismo é a base da mudança. Segundo o professor, grandes transformações só podem acontecer passo a passo e, para haver uma adesão em massa, o movimento precisa de mais divulgação. Sua sugestão para aproveitar a hora sem luz é igualmente simples: andar.

– Acho que darei uma volta para aproveitar a noite.

Reprodução/InternetJá a estudante do 8º período de Geografia, Natália Menezes, considera a iniciativa pouco funcional, mas reconhece a importância para "despertar a atenção do público". Durante a hora sem energia a estudante espera participar "indiretamente":

– Vou sair no sábado à noite, então as luzes da minha casa estarão todas apagadas.

Tássia Menezes, aluna do 3º período de Comunicação, pretende passar os 60 minutos com o namorado. Não será um mero encontro romântico. Os dois vão tirar fotos da cidade e registrar a adesão dos cariocas.

– A ideia surgiu depois que ele (o namorado) ouviu uma promoção na rádio. Decidimos tirar fotos para participar – conta.