Projeto Comunicar
PUC-Rio

  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram

Rio de Janeiro, 21 de julho de 2024


Cultura

Eduardo Coutinho revisitado no Moreira Salles

Clarissa Pains - Do Portal

17/08/2009

Conhecido por sua sensibilidade para captar depoimentos diante da câmera, Eduardo Coutinho é considerado, nas palavras do professor de Cinema da PUC-Rio Miguel Pereira, “o documentarista mais importante que temos hoje no Brasil”. Por ocasião do lançamento de sua novo filme, Moscou, o Instituto Moreira Salles apresenta, até 27 de agosto, uma retrospectiva de trabalhos do cineasta.

A mostra reúne desde documentários raros realizados para a televisão até filmes premiados como Cabra Marcado para Morrer (1984), Santo forte (1999) e Edifício Master (2002). Estas obras nada mais são do que conversas ou, como diz o diretor, “pessoas contando histórias”.

- Mais do que um documentarista, Eduardo Coutinho é um grande investigador, um cineasta que não se acomoda - afirma o professor Miguel Pereira.

Em seu novo trabalho, Coutinho vai ainda mais longe nesta investigação e rompe qualquer linha existente entre o real e o encenado. Moscou retrata os ensaios da peça As Três Irmãs, de Anton Tchekhov, pelo grupo Galpão. O filme é composto por fragmentos de workshops, improvisações e ensaios da montagem que não teve e nem terá estreia.

Nos últimos 10 anos, Coutinho realizou sete filmes e todos eles poderão ser conferidos nesta retrospectiva, que oferece a possibilidade de se comprar um passaporte (R$ 30,00/R$ 15,00) com direito a 12 sessões, não incluindo Moscou. O IMS fica na Rua Marquês de São Vicente, 476, Gávea, no Rio de Janeiro.


PROGRAMAÇÃO

18/08
14h - Jogo de cena
16h - Moscou

19/08
14h - A lei e a vida + Seis histórias + Mulheres no front
16h - Santa Marta, duas semanas no morro + Boca do lixo
18h - Seis dias em Ouricuri + Teodorico, o imperador do sertão
20h - Babilônia 2000

20/08
14h - Peões
16h - Cabra marcado para morrer
18h - O fio da memória
20h - Cabra marcado para morrer

21/08
14h - A lei e a vida + Seis histórias + Mulheres no front
16h - Moscou
18h - Jogo de cena
19h30 - Moscou

22/08
14h - Volta Redonda, o memorial da greve + Os romeiros do padre cícero
17h - Moscou
18h30 - Mesa de debates com a participação de Ismail Xavier e José Carlos Avellar, e lançamento dos livros da coleção Encontros da editora Azougue: Eduardo Coutinho e Ismail Xavier.
20h - Santo forte

23/08
14h - O fio da memória
16h - Cabra marcado para morrer
18h - O fio da memória
20h - Cabra marcado para morrer

25/08
14h - Edifício Master
16h - O fim e o princípio
18h - Santo forte
20h - Moscou

26/08
14h - Jogo de cena
16h - Babilônia 2000
18h - Peões
20h - Moscou

27/08
14h - O fim e o princípio
16h - Seis dias em Ouricuri + Teodorico, o imperador do sertão
18h - Edifício Master
20h – Moscou