Projeto Comunicar
PUC-Rio

  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram

Rio de Janeiro, 21 de julho de 2024


Cultura

Cultura tem endereço certo na Biblioteca Popular

Paula Araujo - Do Portal

19/08/2009

Paula Araujo

Um acervo de 1500 livros, computadores com acesso à internet e informação por todos os lados. Quem passa pela Biblioteca Popular Vinícius de Moraes não imagina que aquele cantinho guarda tanta cultura. Localizada na Rua Bartolomeu Mitre, número 1297, a sala de leitura pertence geograficamente ao bairro do Leblon, mas a maioria dos frequentadores é da Gávea.

A disponibilização da internet para os usuários não é novidade. Todas as 29 bibliotecas populares do município contam com esta tecnologia, que permite o acesso ilimitado ao conhecimento. Por meio de computadores, é possível navegar pelos sites e fazer trabalhos escolares.

- Dezenas de pessoas passam por aqui todos os dias. Muitas delas pertencem a comunidades carentes próximas, como a Rocinha e o Vidigal. O acesso à tecnologia é uma boa oportunidade para quem deseja fazer pesquisas e estudar – explica Maria Leonice Abrahão, responsável pelo local.

A ideia é promover a democracia e a disseminação de cultura e estudo para os menos favorecidos. Independentemente de faixa etária, escolaridade ou classe social, todos os interessados podem usufruir do espaço.

Criada em 1946, a sala foi transferida da Rua Dias Ferreira, também no Leblon, para a Bartolomeu Mitre, há 16 anos. De acordo com Leonice, no ano passado, as bibliotecas municipais passaram por mudanças na direção. Durante o período, houve adaptações nos projetos. Por isso, muitas novidades são esperadas.

- Nossa programação inclui conversas com autores, exposições de poesias e concursos. Em breve, teremos algo novo – adianta.

Espalhadas pelo Rio, as bibliotecas populares integram bairros como Copacabana, Santa Cruz, Engenho Novo, Jacarepaguá e outros. Nas prateleiras, podem ser encontrados milhares de livros infantis, didáticos, de literatura brasileira e estrangeira, enciclopédias e dicionários de diversas línguas. O acervo cresce a partir de uma verba da Prefeitura destinada à aquisição de novos livros na Bienal e por meio de doações, que são repassadas a todas as unidades do projeto.

Para se cadastrar é necessário levar comprovante de residência, CPF, carteira de identidade e dois retratos 3x4. Quem quiser acessar a internet deve realizar um agendamento prévio no local de interesse e garantir o direito de utilizar gratuitamente o computador por uma hora. A Biblioteca Popular Vinícius de Moraes funciona de segunda à sexta, de 9h às 17h.