Projeto Comunicar
PUC-Rio

  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram

Rio de Janeiro, 24 de setembro de 2022


Ciência e Tecnologia

Psicologia e espiritualidade em debate

Artur Romeu - Do Portal

19/11/2008

“O que é real?”. A pergunta que instiga filósofos e cientistas ao longo dos séculos norteou a primeira palestra da IV Jornada de Psicologia e Espiritualidade, que lotou o Auditório do RDC na manhã de ontem, na PUC-Rio. O engenheiro Hélio Daldegan trouxe reflexões da física quântica para abordar a questão e afirmou que esta ciência abre espaços para os mistérios da espiritualidade.

- É nossa consciência que cria a realidade. Não existe luz fora do escuro do nosso cérebro. Isso contraria a visão materialista da física clássica. Com as teorias da física quântica, o idealismo e, portanto, a consciência, se torna foco de estudos científicos.

Com base em resultados de experiências da física quântica e declarações de físicos, como Einsten e John Weller, Daldegan pressupõe a existência de um plano superior, “que escapa a razão humana”.

- Vivemos no mundo das aparências. Apesar de sentir que existe algo além, não somos capazes de compreender racionalmente.

Ao expor durante sua apresentação, com auxílio do PowerPoint, uma imagem de uma bailarina em movimento, que foi vista de modo diferente pelos presentes à palestra, Daldegan relevou o papel subjetivo na interpretação da realidade. Ele criticou também a relação de causa e efeito e o determinismo da física clássica.

A idéia de não-localidade da matéria, ou seja, a possibilidade dela estar em dois pontos diferentes, ou contraditórios ao mesmo tempo, foi outro aspecto trazido pelo engenheiro à palestra.