Projeto Comunicar
PUC-Rio

  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram

Rio de Janeiro, 8 de agosto de 2022


Cidade

Virada na campanha para Gabeira vence concurso publicitário

Guilherme Costa - Do Portal

22/10/2008

 Guilherme Costa “Eu acho que vocês acertaram pra caramba”, elogiou o diretor de criação da agência Staff Brasil Paulo Castro, após a exibição das campanhas de marketing para as eleições municipais de 2008 feitas pelos alunos da disciplina Técnicas de Comunicação II, na sala K102. Com uma campanha voltada especialmente para o segundo turno das eleições, Juliana Gonçalves e as irmãs Caroline e Catherine Malafaia venceram a competição, acumulando todos os votos do júri.

O grupo, que propôs uma mudança no foco da campanha de Fernando Gabeira para o segundo turno, conquistou a banca julgadora pela sua coragem, além da qualidade do trabalho. “Eles repensaram o material já feito, ao invés de apenas continuar com o que as campanhas estão fazendo”, explicou o jornalista e colunista publicitário Márcio Erlich.

A iniciativa, do professor João Renha, tinha como objetivo mostrar o marketing político na visão dos universitários. A mesa julgadora, que teve mediação do professor da PUC-Rio Carlos Negreiros, contou também com o diretor de criação da agência Staff Brasil Paulo Castro, o diretor de criação da agência Tática, Carlos Pedrosa e o jornalista e colunista publicitário Márcio Erlich, um dos organizadores do prêmio Colunistas.

A exibição dos trabalhos aconteceu nesta quarta-feira, 22, e contou também com a presença da coordenadora geral de campanha Neila Tavares, o coordenador jurídico Eurico Toledo e o coordenador de eventos Bernardo Bezerra de Menezes, representantes da campanha de Fernando Gabeira, e o responsável pelo programa de campanha Marcelo Faulhaber e Marcela Miller, responsável pelo programa de TV, de Eduardo Paes.

 Renha acredita no valor intangível do trabalho dos publicitários nas campanhas políticas. Para ele, o projeto é uma oportunidade de a PUC-Rio abrir espaço para a democracia. “Mais do que divulgar o mercado publicitário, eu acredito que eles acabam incentivando o mercado como um todo, o crescimento do país e o fortalecimento das instituições democráticas”, explica.

As campanhas contaram com anúncios de jornal e revista, cartaz, busdoor, vídeos e peças para a internet e mídias alternativas, como torpedos para celular e ecobags. Como prêmio, os autores da melhor campanha receberão nota 10,0 na média da G2 (segunda avaliação semestral).