Projeto Comunicar
PUC-Rio

  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram

Rio de Janeiro, 26 de junho de 2022


Economia

XVI Mostra PUC oferece quatro mil vagas de estágio e trainee

Júlia Cople - Do Portal

09/08/2013

 Divulgação

Com o tema “Inovações para um mundo melhor”, a Coordenação Central de Estágios e Serviços Profissionais da PUC-Rio promove, de terça (13) à próxima sexta, das 10h às 20h, a XVI Mostra PUC. As 53 empresas, de diversos setores, como Chevron, Organizações Globo, Ambev, Furnas e White Martins, ofertarão cerca de quatro mil vagas para estágios e programas de trainee. Os organizadores preveem recorde de visitantes: 75 mil circularão pelo campus nos quadro dias da feira, que reunirá também uma série de palestras, exposições e avtividades voltadas para aproximar estudantes e mercado.

Nos 65 estandes, os visitantes poderão cadastrar seus currículos e conhecer a dinâmica de trabalho das respectivas empresas, como Andrade Gutierrez (construção civil), L’Oréal Brasil (cosmésticos), Oi (telecomunicações) e H’Stern (design). A novidade desta edição está na presença do estaleiro Brasfels e dos escritórios de advocacia, como Barbosa, Müssnich & Aragão; Veirano Advogados e Mattos Filho. Além da CCESP, outras "instituições integradoras" (integram a oferta de vagas de várias organizações) também participam da iniciativa, como a Vagas.com. (Veja a relação completa na página eletrônica da Mostra.)

 Divulgação À frente da Mostra pelo segundo ano consecutivo, o professor de Administração André Lacombe (foto) comemora a diversidade de carreiras expostas, apesar da ligeira prevalência do setor de petróleo e gás:

–­­ Temos uma grande variedade de campos profissionais na Mostra, desde os mais tradicionais até os emergentes. É uma preocupação da organização estar sempre antenada com as tendências e demandas do mercado.

Aos estantes, concentrados na Praça da Alegria (próxima aos pilotis do Kennedy) e Área Vermelha (próxima à entrada da Marquês de São Vicente), profissionais as empresas expositoras darão 50 palestras nos auditórios da universidade. Os temas variam de novas tecnologias em desenvolvimento até recomendações para se sair bem nos processos seletivos e para decolar na carreira. Os alunos da PUC-Rio poderão converter as horas para atividades complementares acadêmicas, por meio de certificação. (Veja o horário das palestras.)

O campus acolherá também uma série exposições sobre projetos de ponta desenvolvidos na universidade, inclusive os premiados recentemente. A Rede Social Acadêmica, da Informática; o Robô Dançarino, campeão do maior torneio de robótica mundial, da Engenharia; e o Cais do Porto, um serviço de informação cultural com viés político, do Depertamento de Arte e Design, são algumas dessas novidades que ilustram a convergência dos departamentos da PUC-Rio com a proposta da Mostra, um dos desafios de Lacombe. Ele ressalta outras inovações reunidas na Mostra, alinhadas ao tema:

– Trouxemos de volta a Imprensa Oficial do Estado, que fez sucesso entre os alunos com a venda de livros a preços populares no primeiro semestre deste ano. Haverá também um espaço de beleza, no qual a Embelleze e a Dermage farão sessões de maquiagem grátis e colocarão seus produtos à experimentação e à venda – exemplifica.

O repertório de novidades se estende ao processo inscrição na feira. O cadastro não será obrigatório, mas permitirá ao participante concorrer a oito prêmios por dia, como tablets, passagens aéreas e uma bicicleta elétrica. Lacombe explica:

– Para se inscrever, é preciso completar seus dados na página eletrônica da Mostra. Depois, a participação deve ser confirmação em guichês de check-in serão dispostos pelo campus. A cartela de inscrição é preenchida pelos selos de visita em estandes e palestras e, então, depositada na urna. O participante pode pegar quantas cartelas quiser.

O novo procedimento torna mais rápido o cadastro de currículo nos estandes. Com a importação de dados pelo código de barras da cartela, o participante completa a ficha para processos seletivos apenas uma vez.

Fora as oportunidades de trabalho, quem visitar a Mostra poderá ter atendimento médico gratuito em várias especialidades, como ortopedia, dermatologia e clínica médica, prestado por especialistas da Escola Médica de Pós-Graduação da PUC-Rio. Outro serviço gratuito será consultoria jurídica do Núcleo de Prática Jurídica da universidade, em varas como Direito do Trabalho, Direito Civil e Direito do Consumidor.

Embora o contato com renomadas empresas e a forta de serviços sejam protagonistas da Mostra PUC, Lacombe destaca a apresentação de projetos acadêmicos prenmiados. Ele se diz ansioso para vê-los reunidos:

– O que mais me anima disso tudo são os projetos dos alunos, cujas dissertações e teses venceram o Prêmio Mostra PUC e agora serão apresentadas ao público. É cada um melhor que o outro – garante.

Um dos alunos que apresentarão projetos inovadores é a doutoranda em Ciência da Computação Katia Vega (foto). A peruana, que recebeu o prêmio TEI Design Challenge, em Barcelona, explicará a tecnologia que permite tocar um teclado colocado debaixo d’água sem encostar os dedos. Ela ainda dará palestra sobre tecnologia da beleza. 

– É a minha primeira vez na Mostra. Estou com muita expectativa, não apenas pelas minhas participações, mas também pela presença de tantas empresas, para quem poderei mostrar meu trabalho – anima-se Katia.

Também estreante na feira, a mestranda em Informática Greis Silva ganhou a chance de se apresentar por ter criado um jogo interativo para portadores de autismo, em parceria com o Instituto Ann Sullivan. A colombiana, além dos contatos profissionais, aponta outra função da Mostra:

– Quero mostrar que áreas estigmatizadas de Exatas, como a informática, têm seu lado humano, seu caráter multidisciplinar. É possível e muito importante gerar tecnologia para melhorar a vida das pessoas, como propõe o tema.

A Mostra PUC foi pensada originalmente para que projetos de alunos e professores da universidade fossem apresentados a possíveis investidores convidados. Era uma Feira de Ciências avançada para mostrar talento, lembra Lacombe. Com o sucesso, a iniciativa foi aberta ao público e permitiu que as instituições também se expusessem, em busca de publicidade da marca e mão de obra qualificada.

  Roberta Cabral (foto), supervisora de recrutamento e seleção da White Martins, reitera o objetivo de estreitar os laços empresa-universidade:

– Nosso principal objetivo é a captura de currículos. Vamos avaliá-los e agendar entrevistas e dinâmicas de grupo, para as 30 vagas que temos disponíveis para 2014. Damos uma importância muito grande para o início de carreira, até porque nosso presidente já foi estagiário da White Martins.

Ela ainda comemora o tema deste ano, "por ser um dos pilares da empresa em que trabalha", eleita uma das empresas mais inovadoras pela revista Época Negócios, ressalta. O profissional que o mercado procura, diz ela, é "criativo, gosta de desafios e quer deixar a sua marca".

Segundo Lacombe, a empresa responsável pela montagem estrutural da Mostra, Hyrnastha-Inovar, considera a Mostra PUC a maior feira de oportunidades de estágio e trainee do país. Ainda assim, não esteve livre de alguns obstáculos:

– A situação econômica atual do Brasil não é favorável. Cinco empresas desistiram de participar mesmo com o contrato já acertado. Grandes eventos na cidade, como a Copa das Confederações, a Jornada Mundial da Juventude e o Rock in Rio também foram forte concorrência na obtenção de recursos.