Projeto Comunicar
PUC-Rio

  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram

Rio de Janeiro, 13 de julho de 2024


Campus

Juventude em palavras, imagens e experiências

Mariana Totino - Do Portal

07/06/2013

Divulgação

A exposição JVTD é apenas uma palavra, que será realizada de segunda a sexta-feira, nos Pilotis da Ala Kennedy, apresenta uma série de atividades sobre juventude criadas por alunos de publicidade, sob orientação de professores do Departamento de Comunicação Social. O arcebispo do Rio, Dom Orani Tempesta, dará início ao evento, às 10h, quando será inaugurada a cápsula do tempo – onde alunos, funcionários e professores poderão depositar fotos, vídeos e mensagens sobre o que significa ser jovem, a ser aberta daqui a 10 anos pelos futuros alunos de Comunicação. Uma exibição de Somos tão jovens, com a presença do elenco e do diretor, Antônio Carlos da Fontoura, abrirá a mostra de filmes O jovem no cinema: do rebelde sem causa às redes sociais, com curadoria do professor e crítico de cinema Miguel Pereira.

Na tarde de terça-feira, o seminário Juventude, comunicação e cultura reunirá o editor de Educação e da revista Formou! do jornal O Globo, William Helal Filho; Rosane Svartman, diretora de Malhação; Daniela Ryfer, coordenadora de Marketing dos canais Multishow, Off e Bis; e os professores Everardo Rocha e Claudia Pereira, da PUC-Rio; e Mariângela Machado Toaldo (UFRGS).

A mostra traz símbolos que marcaram gerações, além de referências à moda, ao esporte e à música: interatividade, workshops de skate, documentário sobre tatuagem, atrações musicais, desfile de moda e painéis com fotos, cartazes de filmes e anúncios tendo a juventude como tema. Durante a exposição, serão feitas ainda gravações ao vivo pelo canal Off, da Globosat, e com Carolina Morand, pela rádio CBN. Haverá ainda um leilão de tênis customizados por artistas (foto), cuja renda será destinada à Pastoral Jovem.

Às vésperas da Jornada Mundial da Juventude, a mostra convida a refletir sobre a experiência única que é esta fase da vida e sobre o papel da comunicação na criação de um conceito sobre a juventude, tratada como um fenômeno social e explorada pela publicidade muitas vezes como um conceito ligado à rebeldia. Foram montados 15 grupos, de quatro a seis integrantes, sob orientação dos publicitários Marcos Luis Barbato e Maria Cristina Bravo, professores da disciplina laboratório de publicidade, do 6º período. Barbato ressalta que abordar o tema foi um desafio para os alunos:

– Falar de juventude é falar de algo desancorado, volátil. É preciso falar de movimento, de alegria, de esporte com comportamento. O aluno precisa deslocar seu ponto de vista, precisa refletir sobre como ele se vê, sem achar que juventude se resume a ele mesmo. Neste sentido, talvez falar fosse mais fácil para eles sobre a terceira idade.

90 dias para pensar, desenvolver e executar

Após a exposição do centenário de David Ogilvy, em 2011, e a celebração dos 60 anos do Departamento de Comunicação da PUC-Rio, em 2012, o JVTD é apenas uma palavra será o terceiro evento realizado por alunos para uma disciplina curricular. O objetivo é criar uma plataforma de comunicação alinhada a um conceito para que anualmente alunos de publicidade possam desenvolver trabalhos desde a concepção até a montagem. Para Maria Cristina Bravo, a proposta é importante para a formação do aluno:

– É o “valendo!” para os alunos, uma prática que não fica no “como seria”. Eles têm 90 dias para pensar, desenvolver e executar. Não tem certo e errado; é como enxergam esse assunto e querem retratá-lo. Nós, professores, somos como manobristas, flanelinhas de conceito. Alertamos: “Aí vai bater, hein?!” ou “Pode seguir!”.

Arquivo  PortalLara Martins, de 21 anos, que cursa o 7º período de publicidade, participou da organização da comemoração pelos 60 anos do Departamento de Comunicação, ano passado. Integrou o grupo responsável por entrar em contato com ex-alunos e ex-professores desde 1952, e por intermediar negociações com a empresa contratada para a montagem. Atualmente, trabalha em uma empresa que realiza eventos de grande porte.

– Coordenávamos a recepção, um grupo de alunos voluntários, o show, e ainda vivíamos a emoção de comemorar junto com os convidados. Afinal, éramos todas alunas também. Tudo saiu como planejado, sem muitos problemas, e recebemos os sorrisos, agradecimentos e parabéns dos nossos professores. Tínhamos cumprido a nossa missão. Convidar pessoas importantes para a comunicação no Brasil, como Pedro Bial, ex-aluno do curso, gerenciar equipes para que tudo desse certo, correria de um lado para o outro... tudo valeu a pena – lembra Lara.

Para JVTD, uma rede de ex-alunos também foi mobilizada e a página do Facebook, criada em maio, é mantida também por alunos.

 

Divulgação Mostra “O jovem no cinema: do rebelde sem causa às redes sociais”:

Segunda-feira, 10 de junho, no RDC:

Às 13hSomos tão jovens, de Antônio Carlos da Fontoura, com a presença do diretor e do elenco.

Quarta-feira, 12 de junho, na sala 102K:

9h: Juventude transviada, de Nicholas Ray (1955)
13hAcossado, de Jean-Luc Godard (1960)
16hHair, de Milos Forman (1979)

Quinta- feira, 13 de junho, na sala 102K:

9hParaísos artificiais, de Marcos Prado (2012) 
13h: pré-estreia de Corda bamba, de Eduardo Goldenstein (2013), com a presença do diretor e do elenco.
16hProibido proibir, de Jorge Duran (2006)

Sexta-feira, 14 de junho, na sala 102K:

9hZabriskie Point, de Michelangelo Antonioni (1970)
13hDesaparecido, de de Costa-Gavras (1982)
16hRede social, de David Fincher (2010)

 

Seminário “Juventude, comunicação e cultura”

Segunda-feira, 11 de junho:

Das 15 às 17h30, na sala 102K, com William Helal Filho, editor da revista Formou! (O Globo); Mariângela Machado Toaldo, professora de Comunicação da UFRGS; e Everardo Rocha, professor da PUC-Rio, com mediação da professora Claudia Pereira.