Projeto Comunicar
PUC-Rio

  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram

Rio de Janeiro, 26 de junho de 2022


Esporte

Estagiário interativo

Joana Medina - Do Portal

09/09/2008

 Joana Medina

No número 75 da Rua Visconde de Ouro Preto em Botafogo funciona a TV Esporte Interativo, novidade no mundo da transmissão esportiva: o canal está 24 horas no ar e conta com equipe quase toda formada por jovens estagiários, muitos deles da PUC-Rio, que se revezam em turnos esperando a hora de entrar em campo.

Em busca da inovação, há pouco mais de um ano a empresa expandiu sua cobertura além da Internet. A TV Esporte Interativo surgiu como uma opção para os amantes do esporte e também ampliou o mercado para o jornalismo esportivo. Segundo a pesquisa da DATAFOLHA, mais de 27 milhões de domicílios no país recebem o sinal da TV via antena parabólica e o telespectador também pode assistir pelo site http://www.esporteinterativo.com.br.

A programação é voltada para a área internacional, como os campeonatos de futebol europeu e a NBA. Existe uma intensa interatividade com telespectador que telefona, participa de promoções e manda mensagens para internet, que chegam a dois milhões por mês. Dessa forma, o canal busca se diferenciar dos demais e conquista seu público, que está concentrado em cidades do interior.

Outra peculiaridade do canal é a grande quantidade de jovens, na faixa etária de 20 e 30 anos, muitos deles ex-estagiários que acabaram sendo efetivados. Quem explica é a estagiária de Recursos Humanos e aluna do 6º período de psicologia da PUC-Rio, Priscyla Bonomi: “O quadro de estagiários aqui é maior porque a gente tenta valorizar um pouco da pessoa aqui dentro. A gente quer que a pessoa se desenvolva e cresça com a empresa”, afirma.

Em um clima descontraído e de cooperação, os inúmeros jovens aglomerados nas salas de redação, publicidade e edição aprendem na prática a fazer televisão. Lá eles exercem papéis fundamentais que exigem um alto grau de responsabilidade. Victor Valente, 6º período de jornalismo da PUC-Rio, acredita que isso o diferencia dos demais no mercado. Ele começou há oito meses no site, recentemente foi transferido para TV, e agora espera a vez de ser efetivado.

 Fernanda Gentil, uma das poucas mulheres, está no 7º período de jornalismo da PUC-Rio e tem a rotina dividida entre a universidade de manhã e o estágio de tarde. Ela é apresentadora e coordenadora do núcleo de programas gravados. Com quase um ano de casa, sente-se totalmente preparada para o mercado de trabalho. “A gente tem muita oportunidade de estar em contato com várias áreas: coordenação, produção e edição. Você pode aprender muito”, diz.

Nos cinco andares do prédio o assunto principal é esporte. Para ajudar a entrar no clima, uma decoração com chuteiras, troféus e até um tapete de campo de futebol do elevador enfeitam os agitados corredores. Para fazer parte da equipe é preciso passar por um processo seletivo com provas bastantes especificas sobre esporte.