Projeto Comunicar
PUC-Rio

  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram

Rio de Janeiro, 26 de junho de 2022


Cultura

Conheça os indicados ao Oscar 2013

Nicolau Galvão - Do Portal

22/02/2013

 Arte: Marianna Fernandes

A 85ª edição dos Academy Awards, que se realiza neste domingo (24), com transmissão no Brasil a partir das 20h30, premiará os melhores filmes de 2012. A cerimônia será apresentada por Seth Macfarlane, criador de Family Guy, e como de costume reunirá convidados da indústria do cinema. Confira a lista dos indicados, os favoritos e curiosidades desta edição:

Amor: O diretor Michael Haneke aparece pela primeira vez na lista dos indicados ao Oscar de Melhor Filme e Melhor Diretor, além de concorrer também como filme estrangeiro, categoria na qual é considerado barbada. Conhecido pelos temas pesados de seus filmes autorais, Haneke se tornou um diretor querido pela crítica nos últimos anos e é presença constante nos festivais de Cannes.  Amor não é diferente, retratando a rotina de um casal octogenário e o passo a passo da demência de mulher, pondo à prova o amor de seu marido. O filme conquistou a Palma de Ouro em Cannes. Emmanuelle Riva, aos 85 anos, é a atriz mais velha a receber uma indicação ao Oscar.

Indomável sonhadora: marca presença pelas novas caras. Behn Zeitlin, em seu primeiro filme, disputa o Oscar de Melhor Diretor e a atriz mirim Quvenzhané Wallis, aos 9 anos, é a atriz mais nova a receber uma indicação. O filme, que mostra a procura de uma menina por sua mãe e suas experiências na natureza, tem vários traços autorais e mensagens ecológicas.  A obra de Zeitlin ganhou vários prêmios em Cannes e também foi indicada ao Oscar de Melhor Roteiro.

 Divulgação Argo: Ben Affleck e seu novo filme vêm ganhando todos os principais prêmios – Globo de Ouro, SAG, Sindicato de Diretores e Produtores de Hollywood – e desponta como um dos favoritos da categoria. Curiosamente, Affleck, como diretor, não entrou na lista dos indicados ao Oscar, o que é um ponto contra o filme, já que a única vez em que um filme ganhou o prêmio de melhor filme sem ter o diretor indicado foi em Conduzindo Miss Daisy, de Bruce Beresford (1989). Alan Arkin, apesar do papel pequeno, foi indicado pela quarta vez e pode ganhar sua segunda estatueta.

Django Livre: o novo filme de Quentin Tarantino é o que mais se envolveu em polêmicas, seja pelo uso excessivo da palavra nigga (“crioulo”) ou pelas discussões via twitter entre Jamie Foxx, o protagonista, e o cineasta Spike Lee. A dupla Tarantino e Christoph Waltz repete a bem-sucedida parceria de Bastardos inglórios (2009), garantindo a segunda indicação de Waltz. Tarantino, que não deve levar a estatueta de melhor filme, disputa ainda pelo Roteiro, categoria que lhe rendeu seu primeiro prêmio, por Pulp Fiction (1995).

Os miseráveis: o musical baseado na obra de Alain Boublil foi filmado ao vivo, sem uso de playback, e é o primeiro do gênero a ser indicado em 11 anos. Dirigido por Tom Hooper (O discurso do rei), traz no elenco Russel Crowe e Hugh Jackman. Anne Hathaway é a favorita ao Oscar de Melhor Atriz principalmente por sua interpretação emocionada de I dreamed a dream. Hugh Jackman também foi indicado ao prêmio de Melhor Ator, por sua atuação com Jean Valjean.

As aventuras de Pi: Ang Lee, que já ganhou a estatueta por O Segredo de Brokeback Mountain (2005), dirigiu o filme mais comercial da lista de indicados deste ano. Através do recurso 3D, o diretor fez uma bela adaptação do romance de Yann Martel. A obra narra a história de um jovem – vivido pelo estreante Suraj Sharma – e um tigre de bengala a bordo de um barco salva-vidas após um naufrágio. O filme também teve indicações de Melhor Diretor, Melhor Roteiro Adaptado e vários prêmios técnicos.

 Divulgação Lincoln: o lançamento do filme, dois dias após a reeleição de Barack Obama, reflete a mensagem do filme de Spielberg sobre a abolição da escravidão, liderada por Abraham Lincoln em 1865. Daniel Day-Lewis é o grande favorito para ganhar seu terceiro Oscar de Melhor Ator, assim como Spielberg por Melhor Diretor e Tommy Lee Jones por Melhor Ator Coadjuvante. Sally Fields, que interpretou a ex-primeira-dama, também concorre a Melhor Atriz Coadjuvante.

O lado bom da vida: é única comédia na lista dos indicados e não tem grandes chances. Bradley Cooper, que nos últimos anos se firmou como um dos novos galãs do cinema, interpreta um papel diferente do que está acostumado, um bipolar que volta para a casa dos pais depois de oito anos de tratamento. De todos os indicados no filme, a favorita ao Oscar é a atriz Jennifer Lawrence, que interpreta uma viúva viciada em sexo. Robert De Niro, que já ganhou dois prêmios, recebe sua primeira indicação em 21 anos.

A hora mais escura: Kathryn Bigelow, que já ganhou o prêmio de Melhor Diretor por Guerra ao terror, recebe sua segunda indicação por um filme sobre o conflito no Oriente Médio. A hora mais escura narra a caçada por Osama Bin Laden, o que causou certa polêmica entre senadores republicanos, que acusaram os roteiristas de vazarem documentos da CIA. Jessica Chastain, que já foi indicada ao Oscar de Melhor Atriz no ano passado, pode ganhar sua primeira estatueta.

INDICADOS NAS PRINCIPAIS CATEGORIAS:

Melhor Diretor

  • Michael Haneke (Amor)
  • Benh Zeitlin (Indomável sonhadora)
  • Ang Lee (As aventuras de Pi)
  • Steven Spielberg (Lincoln)
  • David O. Russell (O lado bom da vida)

Melhor Ator

  • Daniel Day-Lewis (Lincoln)
  • Denzel Washington (o voo)
  • Hugh Jackman (Os miseráveis)
  • Bradley Cooper (O lado bom da vida)
  • Joaquin Phoenix (O mestre)
     

Melhor Atriz

  • Naomi Watts – (O impossível)
  • Jessica Chastain (A hora mais escura)
  • Jennifer Lawrence (O lado bom da vida)
  • Emmanuelle Riva (Amor)
  • Quvenzhané Wallis (Indomável sonhadora)

 

Melhor Ator Coadjuvante

  • Christoph Waltz (Django livre)
  • Philip Seymour-Hoffman (O mestre)
  • Robert De Niro (O lado bom da vida)
  • Tommy Lee Jones (Lincoln)
  • Alan Arkin (Argo)
     

Melhor Atriz Coadjuvante

  • Sally Field (Lincoln)
  • Anne Hathaway (Os miseráveis)
  • Jacki Weaver (O lado bom da vida)
  • Helen Hunt (As sessões)
  • Amy Adams (O mestre)