Projeto Comunicar
PUC-Rio

  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram

Rio de Janeiro, 21 de julho de 2024


Mundo

União de esforços para proteger refugiados

Gustavo Coelho - Do Portal

20/06/2008

No mundo inteiro, eles já passam de 37 milhões. Gente que é obrigada a abandonar o país de origem por causa das guerras e da intolerância. O retrato de suas vidas ganha destaque neste 20 de junho, data escolhida pelas Nações Unidas como Dia Mundial do Refugiado. Engajada nas ações mundiais de proteção a estes imigrantes forçados, a PUC-Rio iniciou há três anos, em parceria com o Alto Comissariado das Nações Unidas para o Refugiado (ACNUR) e com a Cáritas-Rio, um programa em busca de soluções.

Coordenada pelo professor Gustavo Sénechal, a iniciativa tem respaldo nos departamentos de Direito e de Relações Internacionais. Ele explica os propósitos do programa:

- O objetivo é estimular o desenvolvimento, o estudo e a pesquisa relacionadas à proteção dos refugiados. Este é um dos maiores dramas do mundo. As pessoas fogem dos países de origem por perseguição política, religiosa ou racial – ressalta o professor, que leciona Direito Internacional na PUC-Rio.

Os alunos são estimulados a desenvolver monografias de fim de curso, dissertações de mestrados e teses de doutorado que tenham como base o drama dos refugiados. O resultado, segundo Sénechal, vem agradando:

- A resposta dos alunos tem sido boa. Os refugiados sempre foram tema das aulas de Direito Internacional, mas a pesquisa desenvolvida pelos estudantes faz diferença. Ao mergulhar na questão, os alunos fazem um trabalho de divulgação. Mais pessoas se interessam, e isso é muito importante.

O convênio com o ACNUR e com a Cáritas-Rio é desenvolvido pelos departamentos de Direito e Relações Internacionais. Sénechal pretende estendê-lo ao curso de Comunicação:

- Os alunos deste curso imprimiriam um outro ponto de vista sobre o tema, enriquecendo as discussões. Falta na imprensa brasileira uma visão global, uma noção melhor dos assuntos internacionais. Se um estudante de jornalismo se interessar por esta área, vai ganhar muito em sensibilidade e conhecimento.

O drama dos refugiados em números

Segundo o mais recente relatório da ACNUR, divulgado no fim de 2007, há cerca de 37,4 milhões de refugiados no planeta. O número cresceu por dois anos consecutivos. Afeganistão e Iraque são a origem de aproximadamente cinco milhões de refugiados.

De acordo com a ACNUR, Alemanha, Síria, Irã, Jordânia e Paquistão são os países que mais recebem refugiados no planeta. O Brasil é o destino preferido de colombianos que fogem da guerra civil. Estima-se o país abrigue cerca de 17 mil refugiados provenientes da Colômbia.