Projeto Comunicar
PUC-Rio

  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram

Rio de Janeiro, 21 de julho de 2024


Campus

Pioneira do curso de R.I. recebe homenagem

Tiago Coelho - Do Portal

22/08/2012

Tiago Coelho Há mais de 30 anos, Sônia de Camargo ajudou a implantar na PUC-Rio aquele que seria o primeiro curso de graduação de Relações Internacionais do país. Antes, havia somente cursos de pós-graduação. Hoje, professora emérita, Sônia recebeu homenagem de familiares, amigos e professores da universidade, que ressaltaram a importância da professora para a consolidação do Instituto de Relações Internacionais (IRI) e sua personalidade generosa e amável com os companheiros de trabalho.

O reitor da PUC-Rio, Pe. Josafá Carlos de Siqueira, S.J., esteve presente na homenagem e lembrou o amor que a professora dedicou na instituição ao longo de mais de três décadas. Ele disse que a cientista política, especialista em processos de integração regional, consegue unir a sensibilidade à razão:

– Sônia tem o mérito de aliar o logus (razão) e a sensibilidade. O apreço e o amor que tem por esta casa sempre acompanhou sua trajetória.

O reitor reconheceu que o esforço e a determinação da professora foram fundamentais para o sucesso do curso:

– Com uma semente pequena, Sônia apostou no trabalho e, determinada, fez com que a semente crescesse e virasse uma árvore grande com muitos frutos. Só tenho a agradecer por sua dedicação.

O Instituto de Relações Internacionais da PUC-Rio é considerado um dos melhores do país. No ranking dos dez melhores cursos de relações internacionais do Brasil, feito pelo Guia do Estudante, o IRI está na sétima posição, na frente de universidades como a USP e a PUC-SP.

Na mesa de homenagens à Sônia de Camargo, Luís Roberto Cunha, decano do Centro de Ciências Sociais da Universidade, lembrou que hoje o Instituto é respeitado fora do país e é referência em ensino e pesquisa na área.

A homenageada ficou emocionada com o carinho dos presentes na cerimônia. Ela ganhou abraços e flores daqueles que trabalharam com ela nos últimos anos e se diz satisfeita com o trabalho à frente do IRI:

– Fomos pioneiros na implantação do curso de graduação de relações internacionais. Fico feliz em ver este projeto se multiplicando. É muita emoção receber o carinho de tanta gente que amo. Quase não tenho palavras.