Projeto Comunicar
PUC-Rio

  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram

Rio de Janeiro, 21 de julho de 2024


Campus

Eletrobrás e Vale buscam novos talentos da PUC

Amanda Reis e Matheus Vasconcellos - Do Portal

08/08/2012

 Ligia Lopes

A 15ª Mostra PUC começou nesta terça, 6, com palestras das empresas Vale, umas das maiores mineradoras do mundo, Eletrobrás, a maior companhia do setor de energia elétrica da América Latina, Souza Cruz, Andrade Gutierrez, Subsea 7, Chemtech (Simens Company) e Sete Brasil. A gerente geral de desenvolvimento sustentável da Vale, Renata Araújo, apresentou aos alunos da PUC-Rio a gestão sustentável na empresa, uma das patrocinadoras oficiais do evento, e demonstrou como a Vale se tornou pioneira em sustentabilidade no ramo da mineração.

Em seu estande na Mostra PUC, a Vale calcula a quantidade de carbono emitida e converte em um “preço de carbono”, valor que será investido na Fundação Vale para auxiliar na prevenção da emissão de carbono no futuro.

Desde 2007 a Vale publica relatórios anuais de sustentabilidade, que expõem os resultados obtidos em diversos indicadores sociais e ambientais. Além disso, a empresa ensina seus fornecedores a examinar suas emissões de carbono, para que no futuro possam apresentar relatórios de carbono detalhados que permitam à Vale a escolher fornecedores “mais verdes”.

Renata lembrou que a sustentabilidade hoje é uma condição para que uma empresa se mantenha no mercado. Por isso, a necessidade de divulgar os resultados obtidos.

– Quando conseguimos atender a demanda social, atraímos mais investimentos e assegura o futuro da sua empresa – afirma a executiva, que exaltou a presença dos alunos na palestra: – Vocês são um público extremamente interessante para nós, por serem qualificados, mas principalmente por termos escolhido um caminho mais difícil do que o convencional, o de ter uma agenda sustentável – ressaltou.

A Eletrobrás, responsável por 37% da geração e 56% da transmissão de energia elétrica no Brasil, também está na PUC em busca de novos talentos. A empresa oferece vagas de estágio para estudantes de comunicação social, análise de sistemas e engenharia, entre outras áreas.

Ligia Lopes Em palestra no RDC, a coordenadora de estágio e psicóloga Márcia Thomé explicou que o processo seletivo é feito durante o ano todo, apenas com alunos de empresas conveniadas. No campo da comunicação, além de jornalistas e publicitários, estudantes de cinema também têm vez, na produção de vídeos de comunicação interna e comerciais. A remuneração fica entre R$ 600 (estudante de nível técnico) e R$1.100, dependendo da área, por período de quatro a seis horas por dia.

Aluna do 7º período de jornalismo da PUC, Luísa Paciullo, 20 anos, começou a estagiar na empresa em março, responsável pela comunicação interna, e esta semana está trabalhando no estande:

– Estou gostando muito do estágio, apesar de estar lá pouco tempo. Hoje (nesta terça) estou trabalhando onde normalmente só estudo. Isso é diferente – contou Luísa, que viu um anúncio no mural da PUC, se cadastrou pelo site e, seis meses depois, foi chamada para o processo seletivo.

Os contratos duram de seis meses a dois anos no máximo. Por ser uma empresa estatal, a Eletrobrás não pode efetivar estagiários, mas segundo Márcia muitos retornam por meio de concursos.

A Mostra PUC vai até a próxima sexta-feira, dia 10. Confira a Programação.