Projeto Comunicar
PUC-Rio

  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram

Rio de Janeiro, 21 de julho de 2024


Mundo

Destinos internacionais para curtir o feriado

Isabela Castro e Ligia Lopes - Do Portal

16/02/2012

 Divulgação

Ao procurar locais animados para curtir o carnaval, Rio de Janeiro e Salvador são os destinos mais visados, atraindo as atenções do mundo todo. Só no período, as duas capitais recebem, juntas, mais de um milhão de turistas, garantindo ao país a posse do título de maior espetáculo da Terra. Mas o Brasil está longe de ser o único destino para quem gosta de carnaval. Pensando em alternativas para aproveitar o feriado, o Portal destaca quatro destinos no exterior: Nova Orleans, Cadiz, Porto de Espanha e Veneza.

Mardi Gras em Nova Orleans, EUA

Se, em francês, Mardi Gras significa terça-feira gorda, em Nova Orleans a expressão é sinônimo de animação, música e fantasias. A festa, herança deixada pelos colonizadores franceses, é realizada há mais de 300 anos e leva em média quatro milhões de pessoas às ruas todo ano.

Assim como no Brasil, as comemorações começam algumas semanas antes do feriado oficial, quando multidões se reúnem nas ruas para assistir ao desfile dos carros alegóricos e das bandas marciais ao som de ritmos de influência creole. Nas fantasias, prevalecem as cores típicas da festa – dourada, verde e roxa –, as máscaras de gesso e os colares de contas conhecidos como beads.

Cádiz, Espanha

Em 2006, as praias de Cádiz ficaram famosas no Brasil devido ao polêmico vídeo da modelo Daniela Cicarelli namorando no mar. Em 2010, porém, a pequena cidade portuária no Sul da Espanha ganhou destaque por uma razão mais gratificante: sua festa de carnaval passou a listar entre os dez patrimônios culturais imateriais do país.

 Divulgação Influenciada pelo carnaval de Veneza, os foliões se munem de máscaras, confetes e serpentinas para ir às ruas. Apesar da aparente semelhança com as comemorações brasileiras, o inverno espanhol não abre espaço para as sandálias de borracha e roupas decotadas, obrigando os foliões a adotar fantasias quentes e mais escuras.

Uma das principais atrações da festa é o concurso oficial de grupos musicais. Nas categorias "chirigota", "comparsa", "coro" e "quarteto”, são apresentadas sátiras, paródias e músicas reivindicatórias nas quais as letras são mais importantes do que o ritmo.

O estudante de Direito da PUC-SP Daniel Varella, de 21 anos, está fazendo intercâmbio na Espanha há três meses e escolheu Cádiz para curtir o carnaval: 

– Quero conhecer um carnaval atípico, menos quente e com música diferente de samba. Ainda não sei que fantasia usar, por causa do frio. Um amigo meu vai de Papai Noel! – comenta o jovem.

Porto de Espanha, Trinidad e Tobago

 Divulgação A comemoração de carnaval na capital do pequeno país caribenho é a mais popular de toda região. Apesar da curta duração, apenas segunda e terça-feira do feriado, a festa é marcada por desfiles animados e coloridos pelas ruas de Porto de Espanha.

O ritmo predominante é o soca, uma mistura de soul e calypso, e os instrumentos mais utilizados são os de percussão, em especial os tambores. As fantasias se assemelham às utilizadas nos desfiles de escola de samba brasileiro, com muitos ornamentos e cores. 

Veneza, Itália

O carnaval de Veneza é um dos mais antigos e mais famosos do mundo. Concentrados na Praça San Marco, os foliões se destacam com suas vestimentas pesadas para aguentar o inverno europeu. A tradição, que surgiu na Idade Média, dura dez dias e o uso de túnicas e máscaras preserva o contexto histórico.

 Arquivo pessoal De maneira semelhante ao que ocorre no Brasil, as fantasias acabavam com diferenciação de classes ou sexo, dando a todos a permissão de cometer qualquer tipo de excesso. Os personagens de sucesso no carnaval veneziano têm origem na Commedia dell’Arte: Pantalone, o rico pão duro; Brighela, o servo trapaceiro; Arlecchino, o palhaço trapalhão, máscara mais popular; Colombina, a amante de Arlecchino; e Doutor, o falso intelectual.

De férias na Itália, Ricardo Abreu, de 21 anos, aluno de jornalismo da PUC-Rio, está encantado com o carnaval veneziano:

– Maravilhoso! Muitas apresentações culturais nas praças, pessoas fantasiadas e bailes de máscaras!