Projeto Comunicar
PUC-Rio

  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram

Rio de Janeiro, 27 de abril de 2017


Cultura

Rio recebe marcos da paisagem paulistana

Carolina Ernst - Do Portal

10/03/2016

Nascida e criada na grande São Paulo, Carmem F. Fonseca leva ao clube Caiçaras, Zona Sul carioca, um olhar renovado sobre a capital mais populosa do país. De hoje até o próximo dia 19, a exposição Sampa do Rio, 15 reúne pinturas em óleo centradas na cidade natal da artista artista plástica formada pela Escola Paulista de Arte e Decoração (ESPADE) em 1984. Com curadoria do presidente da Academia Latino-Americana de Arte, Fabio Porchat,  pai do humorista, a mostra sugere uma revisita às percepções tradicionais da capital paulista, a partir de imagens ignoradas pela pressa urbana. Carmem F. Fonseca

Considerada ícone da pintura iconográfica brasileira, Carmem retrata as luzes e sombras de monumentos marcantes de São Paulo, como a Pinacoteca do Estado, o Pacaembu, o Palácio dos Bandeirantes, o Viaduto Santa Efigênia, o Theatro Municipal. O objetivo, diz a artista, é retratar a estética urbana mas, ao mesmo tempo, desmistificar a “cidade de concreto”, como ela própria a caracteriza:

– Quis retratar a São Paulo cheia de expressão e lugares lindos que, com a pressa e correria do dia a dia, ninguém repara – sintetiza.

Já a escolha de cores (branco, preto e vermelho) revela-se “instintiva” e “inconsciente”:

– Comecei a pintar com essas cores quando ainda era estudante. O professor me dizia para pintar de outro jeito, mas insisti porque me agradava. E até hoje é assim – justifica.

O Rio é o ponto de partida da exposição, que ganhará outras cidades brasileiras ao longo do ano. Faz parte do projeto Sampa Nova Visão, lançado em novembro de 2009 na Estação Júlio Prestes – outra construção homenageada. No roteiro da mostra estão Curitiba, Porto Alegue, Brasília e Recife. "Assim podemos estimular, em outras partes do Brasil, uma revisão de São Paulo", anima-se Carmem.  Ela conta por que escolheu a capital fluminense para inaugurar a mostra itinerante:  Carmem F. Fonseca

– Visito o Rio desde que tenho quatro anos de idade. É a minha segunda cidade, sempre me recebeu como o Cristo Redentor: de braços abertos. É uma cidade cheia de detalhes, natureza e arquitetura. São Paulo é sempre reconstruída. O Rio conserva sua história. Espero que os cariocas gostem e vejam São Paulo de outra forma.

Carmem e o curador Fabio Porchat recebem convidados na abertura da exposição, hoje à noite, às 19h30, no Caiçaras. Sampa no Rio fica em cartaz até 19 deste mês, das 18h às 22h. A entrada é franca, mas as visitas devem ser agendadas pelo email do atelier da artista: atelier@carmenffonseca.com.br. O Clube Caiçaras fica na Av. Epitácio Pessoa, na Lagoa, Zona Sul.