Projeto Comunicar
PUC-Rio

  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram

Rio de Janeiro, 27 de abril de 2017


Campus

Mostra PUC: 22 empresas recrutam 5 mil estagiários

Mariana Bispo e Thayana Pelluso - aplicativo - Do Portal

11/08/2015

Thayana Pelluso

Enquanto o espectro da recessão ronda o país e o desemprego acumulado no último trimestre chega a 8,1%, maior taxa desde 2012, 22 empresas de diversas áreas reúnem-se na Gávea para recrutar cerca de 5 mil estagiários. Parte deles será selecionada na própria XVIII Mostra PUC (veja a programação completa), que se estende até sexta-feira, das 10h às 20h (até as 18h na sexta). Participantes como Ambev, White Martins, Lojas Americanas e GSK prometem acelerar o processo seletivo, favorecido por salas para entrevistas individuais e em grupo. “O candidato já pode sair empregado”, ressalta o professor André Lacombe, coordenador-executivo da tradicional feira, a maior do gênero no Rio. “Ao estreitar a ligação entre o mercado e a universidade, a Mostra abre caminhos profissionais”, acrescenta Lacombe, responsável pela Coordenação de Estágios e Serviços Profissionais.

Aberta na manhã desta terça-feira pelo reitor da PUC-Rio, padre Josafá Carlos de Siqueira, e pelo vice-reitor Comunitário, Augusto Sampaio, a edição comemorativa dos 450 anos do Rio acolhe 35 expositores, dos quais 22 oferecem vagas de estágio. GSK e White Martins, por exemplo, programam dinâmicas no próprio estande. Fora a chance de já saírem da feira contratados, os 9 mil estudantes previstos ao longo de quatros dias também podem interagir de forma mais rápida com as empresas. Somadas a entrevistas curtas para identificação de perfis dos candidatos, provas e cadastros de currículos on-line ajudam a acelerar o processo.

– A Mostra proporciona o contato direto com estudantes. Em vista disso, a ideia do processo seletivo em tempo real é identificar um potencial candidato, levar para uma das salas reservadas no Edifício IAG/PUC entre 14h e 16h, e analisar o perfil do candidato, experiências anteriores e características comportamentais – explica a analista de recursos humanos Kaline Araújo, responsável pelo programa de estágios da White Martins.

 Thayana Pelluso  A especialista em Comunicação de Marketing da White Martins, Mariana Simões, diz que apesar da saúde financeira debilitada no Brasil, a empresa está com a mesma estrutura e número de vagas das mostras anteriores: “Estamos fazendo, como se diz, do limão a limonada e aproveitando para promover iniciativas, como o concurso de inovação que perdurará este ano”. A White Martins está oferecendo em torno de 30 vagas divididas pelas diversas unidades no Brasil.

Para a coordenadora do programa de estágio da Globosat, Bruna Jacob, uma das principais competências que um profissional deve ter é estar antenado com o mundo: "nós buscamos pessoas bem informadas, que tragam um olhar inovador com foco no bom resultado".

O estudante de administração e estagiário da Parnaíba Gás Natural Pedro Pessanha considera essencial a aproximação mais rápida e estreita com as empresas, favorecida pela tecnologia digital. Ele ressalva, contudo, que “o mais importante” é estar preparado para aproveitar a oportunidade:

– É muito importante o contato do estudante com as empresas, e aqui temos essa oportunidade. A possibilidade de saber previamente o que uma empresa espera de um profissional é essencial para a nossa formação e posicionamento em um processo seletivo. 

Uma das empresas expositoras é a Globo. Cerca de 60 vagas, desde comunicação à engenharia, estão sendo oferecidas para o ensino superior e 40 para ensino técnico. Os universitários podem deixar contatos no estande para futuras propostas, mas o processo de seleção começa apenas em setembro. Capacitação envolve, entre outras competências, o alinhamento a novas tecnologias. Segundo Marcia Biavati, responsável pela área de atração e seleção de talentos da Globo, a empresa visa analisar o plano de carreira que os universitários desejam atuar e busca por profissionais que estejam abertos às novas demandas tecnológicas: 

– O profissional deve mostrar prazer e expressar curiosidade nas novas demandas tecnológicas. Com um mercado em transformação, precisamos de pessoas que pensem em como preservar a história da nossa empresa e em estratégias para o reposicionamento no futuro.

Thayana Pelluso Inspirada nos 450 anos de fundação do Rio, a XVIII Mostra PUC reúne extensa programação de palestras, oficinas e atividades associadas à integração entre a universidade e o mercado de trabalho. Na quinta-feira, por exemplo, executivos de Flamengo, Fluminense, Vasco e Botafogo discutem, a partir das 10h, no auditório do RDC, caminhos para superar os desafios do marketing no mercado da bola. O encontro é idealizado pelos coordenadores do recém-criado curso de Gestão de Entretenimento e Marketing Esportivo do IAG/PUC-Rio, Luiz Paulo Moura e Ricardo Mathias. Luiz Paulo observa que a novo curso de pós-graduação vai ao encontro das demandas de qualificação na área:

– É óbvio o peso do futebol dentro do cenário esportivo no Brasil e no mundo. Então tudo que acontece no futebol é muito importante para a transformação da gestão esportiva no país como um todo. O que visamos entender, com foco no departamento de marketing, é como se estruturam os clubes e como se reposicionam diante do momento financeiro do Brasil.

Representantes de marcas expositoras tiram dúvidas sobre os processos seletivos, apresentam projetos e explicam o funcionamento das empresas. Na quarta-feira, as 18h45min, no Auditório RDC, um dos destaques, todos os anos, a palestra da L’Oreal traz à 18ª edição da Mostra PUC, o tema Aventura de Empreender na L’Oreal que será ministrada pelo gerente de marketing da empresa, Alan Spector. Em palestra, a Imprensa Oficial discutirá estratégias para formação de leitores às 10h no auditório RDC.