Projeto Comunicar
PUC-Rio

  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram

Rio de Janeiro, 30 de março de 2017


Revista Eclética nº 8 completa

Marília Loschi e Carlos Jazzmo - Da sala de aula


 O Departamento de Comunicação Social do PUC - Rio lança mais um número da revista Ecletica.

Sua forma e conteúdo são resultado do trabalho desenvolvido pelos alunos na cadeira de Edição em Jornal, Rádio e Televisão, ministrado no primeiro semestre de 1999.

Nosso objetivo é o de criar um espaço permanente de experimentoção onde os alunos, ao final do curso, tenham a oportunidade de trabalhar em equipe e participar de todo o processo de edição e produção de uma revista: planejamento editorial, eloboroção dos pontos, reportagens, entrevistas, redação dos textos, seleção de fotos e ilustrações, edição final, criação e acompanhamento do produto gráfico. Neste número 8 o eixo central da Revista está em guerra, midia e cultura.

Há alguns anos, o mundo testemunhava conflitos bélicos resultantes do que se convencionou chamar Guerra Fria. Desde aquela época, com uma gorda tronsmissão de ataques múltiplos por meios de comunicação, o tema guerra parece ter sido sempre tratada pela mídia de forma factual. Com­bates foram analisados apenas um a um, procurando-se dar conta das noticias do front, que não paravam nunca de chegar.

As reflexões mais profundas que a velocidode da imprensa permitia, se resumiam a teorias jocosas como uma que chegou a circular próximo a um dos editores: "Quando um avião americano ataca o adversário, concretiza-se uma ação direcionada e com precisão cirurgico. Quando e o aparato russo que chega ao campo inimigo, este espalho pânico e destruição".

Hoje, combates são travados com impressionante exatidão tecnológica. Luta-se via satélite, de forma "higiênica" e, teoricomente, não há margem para erros.

O que se apreendeu dos recentes bombardeios das tropas do OTAN aos Bálcãs foi que a formação da opinião pública está cada vez mais submetida a motivações especificas, a casos particulares, e que a nação de inimigo é invocado sempre que uma questão considerada estratégica, pelos Estados em disputa por seus interesses, ultrapassa a frágil fronteira da diplomacia.

Estimulada pelos recentes acontecimentos no Sérvia, em 1999, este número da Revista Eclética tenta remar contra a corrente e distanciar-se da hierarquização politica e econômica dos conflitos determinada pela imprensa mundial. Eclética assiste, pensa e relembra guerras, com o olhar voltado para a indústria cultural, mas sempre motivada pelo valor fundamental do respeito aos seres humanos.

Deste modo, nossos ensáistas negam-se a encarar particularidades perversas de povos e nações e lembram que não existe conflito menor. Para o povo de uma cidade, esteja ela onde estiver, uma guerra que se apossa de suas vidas, de seus mundos, será sempre uma Guerra Mundial.

ecletica nº 8 completa.pdf

Pós modernidade e o século das guerras

- Da sala de aula

1 - pós modernidade e o século das guerras.pdf

A cultura do ódio

- Da sala de aula

2 - a cultura do ódio.pdf

Testemunhas da barbárie

- Da sala de aula

3 - testemunhas da barbárie.pdf

Baionetas, cordas e clarins

- Da sala de aula

4 - baionetas, cordas e clarins.pdf


Kosovo guerra de informações

- Da sala de aula

5 - kosovo guerra de informações.pdf

Homens de uniforme

- Da sala de aula

6 - homens de uniforme.pdf

Verdades e mentiras

- Da sala de aula

7 - verdades e mentiras.pdf

A propaganda nazista

- Da sala de aula

8 - a propaganda nazista.pdf

Vietnã

- Da sala de aula

9 - vietnã.pdf

As guerras que não interessam à mídia

- Da sala de aula

10 - as guerras que não interessam à mídia.pdf

Em nome de Deus

- Da sala de aula

11 - em nome de deus.pdf

Sangue guernica e versos

- Da sala de aula

12 - sangue guernica e versos.pdf

Guerra e esporte

- Da sala de aula

13 - guerra e esporte.pdf

Hiroshima e Nagasáqui

- Da sala de aula

14 - hiroshima e nagasáqui.pdf

+ Revistas

Edição: